Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal Institucional - Back Office
agenda contactos

Bairro dos Navegadores

 

Projetos do CLS de Oeiras realizados/em desenvolvimento nos Territórios de Intervenção Prioritária no Período de 2018-2020 (Bairro dos Navegadores)



“Pais Felizes, Crianças Felizes”

O Projeto “Pais Felizes, Crianças Felizes” promovido pela Associação das Aldeias SOS de Portugal.

O Projeto com um valor total 11.983,60€ foi realizado através de uma comparticipação financeira (a entidade solicitou apoio económico ao Município - 8.500,00€ comparticipados pela CMO e 3.983,60€ Aldeias SOS), teve início em Outubro de 2018 e terminou em julho de 2019.


Este projeto pretendeu desenvolver competências chave - parentais e emocionais - e melhorar a vinculação positiva entre pais e filhos, através da realização de uma “oficina familiar”, num total de 14 sessões, para cerca de 20 famílias residentes no Bairro dos Navegadores.


 

Aprender em Círculo

Projeto “Aprender em Círculo” promovido pela Florescer – Associação de Educação Global.

A 1ª edição, suportada por um Protocolo de Associação ao Contrato Local de Segurança, ratificado de forma tripartida, MAI, CMO e entidade, foi totalmente financiada pelo MAI, no valor de 41.400,00€, e teve início em Novembro de 2018 e terminou em julho de 2019.


O projeto compreendendo a capacitação de Trabalho em Círculo com os alunos e professores nas escolas, e fomentando o desenvolvimento de uma equipa de professores-facilitadores disponíveis para trabalhar de um modo sistémico e integral, com o objetivo de combater o insucesso escolar e o abandono escolar dos alunos residentes no território do Bairro dos Navegadores, promovendo uma cultura de círculo que se considera como a fundação de implementação de uma abordagem reparadora da disciplina, paz e resiliência nas escolas.

As ações visam o desenvolvimento do trabalho em círculo, na rede dos intervenientes da comunidade escolar, contemplando ações de capacitação para professores, incluindo sessões de formação- ação e tutoria a construção de competências sócio-emocionais para toda a comunidade de aprendizagem, para que se aumente a auto-disciplina e a capacidade de lidar com conflitos.

Na 1ª Edição do projeto “Aprender em Círculo”, nas suas várias atividades, foram abrangidos 163 beneficiários, dos quais 47 professores e Técnicos Ação educativa e 116 alunos de turmas do 1º,2º e 3º Ciclos do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas de Aquilino Ribeiro.


Em continuidade, a 2ª edição do projeto “Aprender em Círculo”, também destinada aos alunos e professores no Bairro dos Navegadores, suportada por um Protocolo de Associação ao Contrato Local de Segurança, ratificado de forma tripartida, MAI, CMO e entidade, foi financiada no valor de 74.014,76€, através de Comparticipação Financeira, 50% pelo MAI (37.007,38€) e 50% pela CMO, e teve início em Outubro de 2019 e terminará em Outubro de 2020.

Nos primeiros três meses desta 2ª edição do projeto, nas suas várias atividades, foram abrangidos 174 beneficiários, dos quais 38 professores e 135 alunos de turmas do 1º,2º e 3º Ciclos do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas de Aquilino Ribeiro.


 

Novos Horizontes

O Projeto “Novos Horizontes – A OCP Solidária no Bairro dos Navegadores” promovido pela Orquestra de Câmara Portuguesa (OCP).

A 1ª edição, suportada por um Contrato de Prestação de Serviços (Nº 493/2018), no valor de 146.860,00€ (dos quais 20.000,00€ para a aquisição de instrumentos musicais que no final projeto reverão para a CMO), totalmente financiada pela CMO e teve início em Dezembro de 2018 e terminou em Dezembro de 2019.


Este projeto estruturante que entende a música e a arte como uma ferramenta para a qualificação e inserção social, estabelecendo- se laços com a comunidade artística.

Este projeto pretende desenvolver competências musicais junto da comunidade jovem no território de incidência do CLS Oeiras - Navegadores.


O projeto engloba um conjunto de workshops que decorrem nas escolas do Agrupamento de Escolas Aquilino Ribeiro, bem como no centro de convívio do Bairro dos Navegadores e visam dar a escutar e a experimentar os instrumentos musicais aos jovens, bem como criar diálogo e relação com os músicos que acompanharão os futuros alunos no ensino da música. O projeto integra ainda uma Oficina de Instrumentos Musicais, para construção de instrumentos por parte dos alunos.


Este projeto revela-se importante para a comunidade juvenil, atendendo à sua componente de qualificação e inserção social que o ensino da música pretende alcançar.


Na 1ª Edição do projeto “Novos Horizontes – A OCP Solidária no Bairro dos Navegadores”, nas suas várias atividades, foram abrangidos 95 beneficiários, 82 Crianças e Jovens (alunos) de turmas do 1º,2º e 3º Ciclos do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas de Aquilino Ribeiro e 13 adultos residentes no Bairro dos Navegadores.


Encontra-se a decorrer a 2ª edição do projeto “Novos Horizontes – A OCP Solidária no Bairro dos Navegadores”, suportada por um Contrato de Prestação de Serviços (Nº 159/2020), no valor de 146.830,00€ (dos quais 12.000,00€ para a aquisição de instrumentos musicais que no final projeto reverão para a CMO), totalmente financiada pela CMO.


Arte Urbana

O Projeto “Arte Urbana no Bairro dos Navegadores” é (e será) realizado individualmente por artistas (“Writters”), realizando estas pinturas de arte urbana a estampar nas fachadas cegas dos edifícios (prédios) do Bairro dos Navegadores, articuladamente definidos com o DHRU e DH.

Este projeto “Arte Urbana no Bairro dos Navegadores” com início em Janeiro de 2020, tem como objetivo principal o embelezamento do espaço público (fachadas cegas dos prédios) do território do Bairro dos Navegadores e para além da valorização de territórios e equipamentos, pretende potenciar e promover a identificação e os sentimentos de pertença das pessoas aos territórios, bem como fomentar a preservação do espaço público.

Para realização deste projeto definiu-se que seriam intervencionadas, com pinturas de arte urbana, 10 fachadas cegas em 10 edifícios do Bairro dos Navegadores.


No primeiro trimestre de 2020, foram realizadas duas intervenções, ou seja foram pintadas duas (2) fachadas cegas em dois edifícios do Bairro, por um artista convidado (Nomen da artdisturbers), com um custo total de 19.926,00€.


 

Literacia no Bairro dos Navegadores

O Projeto “Literacia no Bairro dos Navegadores” promovido pela APCEP- Associação Portuguesa para a Cultura e Educação Permanente.

O Projeto “Literacia no Bairro dos Navegadores” suportado por um Contrato de Prestação de Serviços (Nº 712/2019), no valor de 17.422,00€, totalmente financiada pela CMO e teve início em Novembro de 2019 e termina em Dezembro de 2020.


Este projeto implementado no Bairro dos Navegadores, pretende beneficiar indivíduos de baixa escolaridade e com necessidades efetivas de alfabetização. Pretende também abranger pessoas alfabetizadas sem certificação comprovativa do grau académico, nomeadamente ao nível do RVCC.


Este projeto visa ainda criar contextos de literacia em espaços frequentados por crianças em idade pré- escolar, implementando e realizando diagnósticos participativos para dotação de competências, a par da realização de Workshops formativos para mobilizar e esclarecer as pessoas de modo a enriquecer a literacia no bairro.


Durante o primeiro trimestre de projeto, realizaram o Diagnóstico Participativo com cerca de 30 residentes, iniciaram a Formação de monitores de alfabetização e literacia (FMA) com 13 participantes, os PAL - (Per)Curso de alfabetização e literacia com 14 beneficiários, um Workshop de Literacia Comunitária e familiar com 24 formandos e os Percursos de Qualificação para Processos RVCC com 8 adultos, perfazendo 89 beneficiários no total.


 

Oeiras tem Kick

O Projeto “Oeiras tem Kick” promovido pela KMT- Associação Moreira Team.

O Projeto “Oeiras tem Kick” suportado por um Protocolo de Colaboração (Nº 607/2019), tendo a CMO atribuído uma comparticipação financeira no valor de 28.376,00€ (sendo o valor total do projeto de 35.470€), teve início em Outubro de 2019 e termina em Outubro de 2021.


Este projeto em desenvolvimento no Bairro dos Navegadores, visa a promoção de competências sociais e adoção de comportamentos saudáveis através da prática de atividade física e através da modalidade de Kickboxing, com recurso das instalações desportivas existentes. Visa igualmente a ocupação de tempos livres, não escolares, das crianças do Bairro dos Navegadores, contribuindo assim para a redução do abandono escolar e constituir uma rede de apoio e interajuda, envolvendo as famílias, atletas e a comunidade. Com isto, pretende-se potenciar o sucesso escolar, junto de crianças e jovens com mais de 7 anos de idade.


Nos primeiros cinco meses do projeto foram abrangidos 50 beneficiários, dos quais 6 adultos e 44 alunos residentes no Bairro dos Navegadores.


 


Projetos Comuns ao Bairro dos Navegadores e Outurela


 

Oeiras Capacita

O Projeto “Oeiras Capacita” promovido pela associação Sapana.

O Projeto com um valor total 22.100,00€ foi realizado através de uma comparticipação financeira (a entidade solicitou apoio económico ao Município – 19.900,00€ comparticipados pela CMO), teve início em junho de 2019 e terminará em Agosto de 2020.

O projeto “Oeiras Capacita”, promovido pela Associação Sapana, que será desenvolvido nos dois territórios CLS Oeiras, foi implementado no território e encontra-se a realizar entrevistas e contatos de capacitação no Bairro da Outurela. Este projeto tem como objetivo principal potenciar o desenvolvimento pessoal e de competências sociais nos indivíduos facilitando a sua integração no mercado de trabalho e/ ou criação do seu próprio emprego. A metodologia Sapana assenta em princípios de capacitação e consciencialização do indivíduo no seu todo e é adaptável a todos os públicos e a todos os contextos sociais.

O projeto “Oeiras Capacita”, promovido pela Associação Sapana, desenvolveu as atividades de capacitação de competências pessoais e elaboração de currículos junto dos alunos dos agrupamentos de escolas de Carnaxide-Portela (com uma turma de 20 jovens do 5º ano da escola Sophia de Mello Breyner) e de Aquilino Ribeiro (com uma turma de 15 jovens do Programa Curricular Alternativo de 9º ano), com a frequência de duas sessões por semana. Foram finalizadas as Formações para 15 Técnicos de entidades com intervenção no território de Carnaxide e as Sessões de capacitação aos (17) residentes do território de Carnaxide.

Foi terminada a Formação dos OTJ (15 sessões), tendo participado 10 jovens e terminado 7 jovens do Programa OTJ.

No dia 24/01/2020, foi realizado o Dolphin Tank para os residentes de Carnaxide, tendo 15 residentes efetuado a sua apresentação, aos membros da mesa (Dolphins) que contou com a participação das empresas Jerónimo Martins, Tallenter, e outros empresários em nome individual. Assim, beneficiaram deste projeto 74 participantes dos quais, 17 adultos, 15 técnicos, 42 jovens (dos quais 7 OTJ).


Um BairroCidade 2019-2022

O Projeto “Um BairroCidade 2019-2022” promovido pela Associação Serve the city, Portugal.

O Projeto “Um BairroCidade 2019-2022” com um valor total 111.367,62€ foi realizado através de uma comparticipação financeira (a entidade solicitou apoio económico ao Município – 99.154,62€ comparticipados pela CMO), teve início em Outubro de 2019 e terminará em Outubro de 2022.

O projeto “Um BairroCidade 2019-2022”, promovido pela Associação Serve The City Portugal, implementado em ambos os territórios de intervenção CLS Oeiras, incide a sua intervenção junto de crianças e jovens e sobretudo de pessoas idosas em situação de dependência e isolamento.

Este projeto visa promover a solidariedade, a participação cívica e social, bem como a cooperação através de iniciativas voluntárias de qualidade acessíveis a todos os beneficiários. A par de promover a coesão social, otimiza os recursos da comunidade, reforçando o potencial da comunidade.

O projeto Um BairroCidade 2019-2022 coloca o enfoque no voluntariado como exercício de cidadania ativa, enquanto agente integrante e transformador da realidade local.

Até ao momento foram abrangidas 67 pessoas (64 Séniores – 40 dos Navegadores e 24 de Carnaxide - e 3 jovens dos Navegadores).


 

Ponto por Ponto – 2ª edição

O Projeto "Ponto por Ponto – 2ª edição" promovido pela AMALX - Associação Moda Africana em Lisboa.

O Projeto "Ponto por Ponto – 2ª edição" suportado por um Contrato de Prestação de Serviços (Nº 31/2020), no valor de 26.662,00€, totalmente financiado pela CMO e teve início em Janeiro de 2020 e termina em Janeiro de 2021.

Projeto "Ponto por Ponto" – compreende um conjunto de workshops temáticos, que têm por princípio a sustentabilidade e os conceitos co- design, slow- fashion e afetividade, potenciando as competências de costura criativa para 14 formandos visando o empreendedorismo e a empregabilidade dos residentes naqueles territórios.

Nesta perspetiva a aprendizagem da costura torna-se não só, ferramenta de capacitação dos alunos e estímulo à empregabilidade, como também dinâmica de valorização pessoal e de inclusão social.

Na sequência do término da 1ª edição do projeto "Ponto por Ponto" em finais de setembro promovido pela AMALX- Associação de Moda Africana de Lisboa, com a entrega dos Diplomas aos formandos, numa cerimónia presidida pela Sra. Vereadora Dra. Marlene Rodrigues e pelo Sr. Diretor do Departamento de Desenvolvimento Social, Dr. Luís Afonso. Contou ainda com a presença do Sr. Presidente da União de Freguesias de Carnaxide e Queijas, Dr. Inigo Pereira.

Como referimos anteriormente o projeto " Ponto por Ponto" desenvolvido pela AMALX, iniciou em Janeiro a sua 2ª edição em Carnaxide e a 1ª edição nos Navegadores, com 14 formandos em cada território.


 

 


 


 

 

Você está em
Contratos Locais de SegurançaBairro dos Navegadores
Bairro dos Navegadores