Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal Institucional - Back Office
agenda contactos

SOS Isolamento

Qualquer pessoa pode despoletar o alerta para um caso de risco, sendo que a partir daí se dá início a um processo de avaliação preliminar para confirmar os factos relatados.
Vamos ajudar quem mais precisa
 

​Falar de idosos é falar de pessoas, sendo elementar a salvaguarda dos seus direitos no que respeita à independência; participação; assistência; realização pessoal; e, dignidade.

Se é certo que não pretendemos distinguir ou segregar em razão da idade, para determinadas preocupações temos e devemos fazê-lo. Atualmente verifica-se uma maior longevidade dos cidadãos, pelo que, apesar de nos congratularmos por vivermos mais, deve haver uma maior preocupação em viver melhor.

 

O Município de Oeiras tem depositado um investimento cada vez maior nesta área. A intervenção camarária tem-se baseado em pressupostos como:

  • a não discriminação em razão da idade;
  • a promoção da autonomia e participação;
  • a proteção contra a violência e os abusos;
  • a proteção social e emprego;
  • a promoção da saúde;
  • e, o acesso à justiça.

O papel das Uniões e Juntas de Freguesia, a ação das entidades do território, e a atuação de todos os membros da comunidade (incluindo dos próprios idosos), numa lógica de efetiva parceria, tem dotado o nosso território de condições que nos permitem um olhar global, independentemente da idade.


Em que consiste o Programa SOS Isolamento?

O programa SOS Isolamento tem como objetivo referenciar e fazer uma intervenção especializada para pessoas em situação de risco, nomeadamente idosos.

Qualquer pessoa pode despoletar o alerta para um caso de risco, sendo que a partir daí se dá início a um processo de avaliação preliminar para confirmar os factos relatados. Em seguida é atribuído um “gestor de caso”, ou seja, um técnico especializado de acordo com as necessidades de cada situação. Para assegurar a proteção da pessoa, todo o processo será alvo de monitorização.


Este serviço pode ser acionado através do e-mail sosisolamento@cm-oeiras.pt ou do telefone 214 408 305, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 17h30.

 

 

Informação Estatística

Estima-se que cerca de 23% dos residentes em Oeiras têm 65 ou mais anos. Destes, cerca de 44,5% têm 75 ou mais anos, correspondendo a cerca de 10% da população total residente.

Tendo por base estimativas da população do INE, em 2015 o panorama era o seguinte:

Total0 a 14 anos15 a 24 anos25 a 64 anos65 ou mais anos75 ou mais anos
173.33927.22216.18190.04939.88717.736

Fonte: INE, Anuário Estatístico da Área Metropolitana de Lisboa, 2015.

 

De acordo com estimativa do Instituto Nacional de Estatística (INE), o índice de envelhecimento, em 2015, é bem expressivo da tendência de envelhecimento da população do Concelho, por cada 100 jovens, residiam em Oeiras, cerca de 147 idosos:

 

Índice de Envelhecimento no Concelho de Oeiras (2011 a 2015)

INDICADORANO
20112012201320142015
Índice de Envelhecimento125131,6137,1141,5146,52

 

Fontes: INE, Recenseamento Geral da População e da Habitação – 2011, 2012; INE, Anuários Estatísticos da Região de Lisboa - 2012 e 2013; INE, Anuários Estatísticos da Área Metropolitana de Lisboa - 2014 e 2015.

No ano de 2016, o índice de envelhecimento do concelho de Oeiras era de 150,1.


 

Você está em
SOS Isolamento