Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal Institucional - Back Office
agenda contactos
page background image
Publicado 22/04/2019 às 14:34

Paço Real de Caxias vai finalmente ser reabilitado através do projeto Revive

• Estado de degradação de Património do Estado, no concelho de Oeiras, tem sido grande preocupação do Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, que há muito que reclama a transferência de imóveis para a autarquia;


• Município de Oeiras vai continuar a fazer a manutenção dos jardins, cascata e conjunto escultórico.



O Presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, congratulou a abertura do concurso do projeto Revive para a concessão do Paço Real de Caxias. O Paço Real de Caxias (Palácio e Quinta Real), que é propriedade do Estado português e cujos jardins, esculturas e salas com pintura decorativa estão classificados como imóvel de interesse público, apresenta-se, atualmente, em muito mau estado de conservação e é um dos imóveis que o Presidente do Município tem vindo a pressionar para ser transferido para a autarquia, no sentido de ser requalificado e aberto à população. Foi ainda assinado, um protocolo entre o Município de Oeiras e a Defesa Nacional que autoriza que o Município continue a garantir a manutenção, conservação e valorização dos jardins, cascata e conjunto escultórico.

O projeto Revive é um programa do Governo que abre o património ao investimento privado para desenvolvimento de projetos turísticos, através da realização de concursos públicos. O lançamento do concurso decorreu no passado dia 22 de abril, no Paço Real de Caxias, presidido pelo Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, acompanhado pela Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e contou ainda com intervenções do Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, e do Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais.

“Há muito que a Câmara de Oeiras reclama a transferência do Paço Real de Caxias, para proceder à sua reabilitação”, afirma Isaltino Morais, acrescentando que “o importante é preservar este património e coloca-lo à disposição das pessoas, pelo que vemos com bons olhos o projeto Revive”.

Além do lançamento do concurso, o Município de Oeiras e a Defesa Nacional assinaram, um protocolo que autoriza que a Câmara continue a tratar da manutenção e conservação do jardim, bem como da cascata e conjunto escultórico, uma vez que o programa Revive não prevê a rentabilização desta área.

Recorde-se que, em 1986, o Município de Oeiras celebrou um protocolo com o Estado-Maior do Exército no sentindo de recuperar, manter e utilizar os jardins e a cascata do Palácio, que são abertos ao público. Em junho de 2009, por entender que deixou de ter condições para assegurar a vigência deste protocolo, o Exército promoveu a sua denúncia. Não obstante, a Câmara Municipal de Oeiras manteve os trabalhos de manutenção e restauro dos jardins, cascata e conjunto escultórico, tendo investido cerca de 4 milhões de euros, nos últimos 30 anos, para que este património se mantivesse em boas condições e disponível para fruição pública.

O Paço Real de Caxias foi desafetado do domínio público militar em 1994 e disponibilizado pelo Exército para rentabilização, no âmbito da Lei de Infraestruturas Militares, em 2015.

“Temos projetos em estudo para a reabilitação de todos os edifícios do concelho que são propriedade do Estado e que estão em risco de ruína e/ou visivelmente degradados, como é o caso do Paço Real de Caxias, que tem agora a oportunidade de ser reabilitado, mas também para a Casa da Pesca – Estação Agronómica Nacional e para a Quinta da Cartuxa, para os quais espero que haja soluções em breve”, explica o Presidente do Município.


“Temos 8 milhões de euros para investir na recuperação da Estação Agronómica Nacional e 4 milhões para a Quinta da Cartuxa. Já foram redigidas três minutas de protocolo e sempre chegámos a entendimento com os diferentes Ministérios, mas depois o processo passa para Direção-Geral do Tesouro e não avança. Quando não defendemos o nosso património, estamos a desprezar a nossa cultura”, conclui Isaltino Morais.

 

 revive3.jpgrevive2.jpgrevive1.jpgrevive4.jpg



Assista ao filme

 

 

notícia
Publicado 15/05/2019 às 15:18
Oeiras aposta na Segurança Informática
Assinado protocolo de colaboração entre o Município de Oeiras e o Centro Nacional de Cibersegurança.
Publicado 14/05/2019 às 10:21
4ª Assembleia Participativa realiza-se esta quinta-feira em Porto Salvo
A próxima Assembleia Participativa vai decorrer no dia 16 maio na Sociedade de Instrução Musical de Porto Salvo (SIMPS).
Publicado 13/05/2019 às 17:08
Projeto POMBAL GLOBAL - “Obra Completa Pombalina” vai avançar
No passado dia 13 de maio, foi celebrado o protocolo “Obra Completa Pombalina”, com vista à investigação e edição da obra escrita do Marquês de Pombal. Foi dado um passo exemplar para a recuperação e valorização da nossa memória histórica.
Publicado 13/05/2019 às 15:38
Assista em direto à reunião da Assembleia Municipal de Oeiras
No próximo dia 14 de maio, às 15h00 realiza-se no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras a Sessão Extraordinária nº 10/2019 da Assembleia Municipal.
Publicado 10/05/2019 às 17:04
Casa da Pesca é alvo de pilhagens e vandalismo
O processo de transferência da Casa da Pesca para a autarquia de Oeiras tem-se arrastado na Direção Geral do Tesouro, devido à burocracia.
Paço Real de Caxias vai finalmente ser reabilitado através do projeto Revive