Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
Portal Institucional - Back Office
agenda contactos
DescobrirPalácio Marquês de Pombal

Palácio Marquês de Pombal

O edifício foi propriedade da família de Sebastião José de Carvalho e Melo, primeiro Conde de Oeiras e Marquês de Pombal.
O Palácio Marquês de Pombal, edificado no século XVIII constitui um património cultural de grande valor histórico, arquitetónico, artístico e paisagístico.
 

Sebastião José de Carvalho e Melo nasceu em Lisboa, a 13 de maio de 1699.
A ligação da família Carvalho a Oeiras remonta ao ano de 1676, quando o avô paterno adquiriu as primeiras terras que estão na origem desta quinta.
No início do século XVIII, Paulo de Carvalho e Ataíde, seu tio paterno, mandou erguer um solar nestas terras e instituiu o Morgadio de Oeiras, que deixou em testamento a Sebastião José. O Morgadio permitiu dar início ao grande projeto da Quinta de Oeiras – um espaço de recreio e de produção de grande envergadura. 

O Palácio, cujo projeto contou com a mestria do arquiteto Carlos Mardel, apresenta situação estratégica em relação ao primitivo núcleo urbano de Oeiras e o acesso é feito por um amplo e cenográfico terreiro. As portas do piso térreo abrem-se ao amplo jardim que prolonga o espaço de sociabilidade – os passeios, as merendas, os jogos, a música e a dança, fazem parte da componente recreativa da quinta, que exibe ainda cascatas, tanques, terreiro dos jogos e um pequeno cais, que permitia navegar na ribeira.
A par do recreio, a componente produtiva – os mais de 200 hectares da quinta possibilitavam um elevado rendimento, com gestão próxima de Sebastião José: azeite, vinho, frutas e cereais, uma unidade modelar à época. Oeiras acompanhou, ao longo dos anos, o crescimento dos arredores da capital e foi abandonando a sua vocação rural.
No século XX já a terra não detinha o mesmo valor – as grandes propriedades desagregam-se e dão lugar a novas vivências.
A Quinta de Recreio de Oeiras foi vendida em 1939 e posteriormente dividida por diferentes proprietários.

O Palácio, jardins e Casa da Pesca são classificados como Monumento Nacional em 1953.

 


  
Ciente do seu elevado valor patrimonial e histórico, o Município adquiriu, em 2003, Palácio e jardins.
Desde a abertura ao público, o palácio Marquês de Pombal e os jardins envolventes, têm sido procurados por inúmeros visitantes e palco de numerosos eventos.
As várias atividades propostas pelo serviço educativo do palácio, têm enriquecido o dia-a-dia deste monumento e têm proporcionado um maior conhecimento do edifício, da família Carvalho e da sua história.

Visitar o palácio marquês de Pombal, é ter a oportunidade de contemplar um dos melhores conjuntos decorativos do período pombalino, rico em estuques e azulejos. 

Nos jardins, destacam-se as várias peças de estatuária, os bustos de mármore, bem como os vários muretes e escadarias revestidas de azulejos.
Também a destacar a instalação do Fogão de Sala da Casa Fourdinois, na sala de entrada do palácio. Esta peça, alvo de restauro é considerada como uma das obras emblemáticas da Maison Fourdinois.

A Adega do Palácio do Marquês de Pombal, disponível para visitas ao público desde junho de 2018, foi construída no século XVIII,  está classicada pelo IGESPAR como Monumento Nacional, no âmbito do Plano de Salvaguarda do Património Construído e Ambiental do Concelho de Oeiras.
Os trabalhos de requalicação da Adega promovidos pelo Município de Oeiras tiveram como objetivo acautelar a preservação deste importante acervo histórico, devolvido agora ao seu uso original, tirando partido das suas características naturais, excelentes para o envelhecimento do vinho de Carcavelos.

 

 

 

 

 

Conheça mais:
Jardins do Palácio Marquês de Pombal

 

 

terça a domingo, das 10h00 às 18h00 Ver Horário Fechar

Palácio
Aberto de terça a domingo, das 10h00 às 18h00

Jardins
Abertos todos os dias.

Horário de verão | 1 de maio a 30 de setembro, das 9h às 21h
Horário de inverno | 1 de outubro a 30 de abril, das 9h às 18h.

Adega
Aberto de terça a domingo, das 10h00 às 18h00 (visita incluída no bilhete de visita ao Palácio).

Palácio e jardins encerram a:
- 1 de janeiro
- Domingo de Páscoa
- Dia de Natal (25 de dezembro).

 

 

 

​Encerra às segundas.

 

Bilhete normal - 3,00€

Bilhete reduzido - 1,50€ | Desconto de 50% para:
- Munícipes
- Visitantes com 65 anos ou mais
- Portadores de cartão jovem ou estudante
 
Descontos e Isenções | Bilhete gratuito
– Domingos
- Dia 18 de Abril (Dia dos Monumentos e Sítios)
- 7 de Junho
- Crianças com idade igual ou inferior a 12 anos
- Trabalhadores do município de Oeiras
- Visitantes em situação de desemprego ou insuficiência económica
- Portadores do cartão jovem municipal
- Grupos de visitantes escolares
- Professores
- Investigadores e guias turísticos no desempenho de funções
- Portadores de cartão jovem 65+
- Público participante em atividades desenvolvidas pelo município

Outros valores
– Visita Encenada - 5,00€
- Visita Orientada - 4,00€
- Visita Circuito - 8,00€
- Bilhete de grupo com desconto de 30% sobre o valor a pagar (grupos com mais de 10 elementos).

Palácio Marquês de Pombal, Largo Marquês de Pombal Ver Mapa e Contactos Fechar
38.692514, -9.314668

Palácio Marquês de Pombal
​Largo Marquês de Pombal
2780-501 Oeiras

Informações:

Loja do Palácio/Receção | Das 10h00 às 13h00 - 13h30 às 18h| Tel. 214.430.799 | loja.cmo@cm-oeiras.pt
Atividades/visitas: servicoeducativo.palacio@cm-oeiras.pt

Como chegar

Automóvel – Coordenadas GPS - Long. 9º18’52.54’O |Lat. 38º41’34.44’N

Comboio – Linha de Cascais – paragem na estação de Oeiras e restante percurso a pé em direção ao centro histórico da vila de Oeiras (cerca de 10 minutos)

Autocarro – 106, 111, 112, 115, 122, 471, 482

Comboio - Linha Lisboa/Cascais - Saída em Oeiras e percurso de 10 minutos  a pé até à vila de Oeiras.

 

Publicado 31/01/2017
Palácio Marquês de Pombal