sábado, 27 de Maio

 

Energia - Políticas Energéticas 

 

A situação energética de Portugal pode ser caracterizada por uma elevada dependência face ao exterior. Toda a energia usada nos transportes, na indústria, no comércio, nas nossas casas, provém essencialmente de combustíveis fósseis, que se traduz, no caso de Portugal, numa dependência energética nacional próxima dos 90%. Esta situação é agravada pelo facto de as reservas de combustíveis fósseis serem limitadas, onde num futuro não muito distante, o mundo vai ver-se privado de petróleo, gás e carvão. É neste cenário que a necessidade de um crescente recurso às energias renováveis parece incontornável.

Neste sentido, quanto ao aproveitamento de energias renováveis, Portugal é um dos países europeus que apresenta condições mais favoráveis para a utilização de energias renováveis em larga escala.
As razões são visíveis: uma elevada exposição solar, uma rede hidrográfica relativamente densa e uma frente marítima que beneficia dos ventos atlânticos são fatores que podem fazer descer significativamente a fatura dos gastos energéticos do país.
As energias provenientes de fontes renováveis endógenas (sol, vento, água, resíduos florestais) são hoje uma alternativa perfeitamente credível por terem um menor impacte ambiental e serem mais sustentáveis (não se esgotam) do que as energias convencionais.

Neste sentido, concretizando o lema da conferência do Rio 92 “Pensar Globalmente, Agir Localmente”, o Município de Oeiras deve atuar por forma a conduzir eficazmente o processo de desenvolvimento tendo em vista a sustentabilidade, gerindo os recursos, nomeadamente os recursos energéticos e promovendo os recursos energéticos endógenos, conforme previsto no capitulo 28, “Iniciativas das Autoridades Locais para promover a Agenda 21”.

Para cumprir estes objetivos pretende-se caracterizar o desempenho energético do Concelho de Oeiras, avaliar a aptidão para o desenvolvimento dos Recursos Energéticos Endógenos, de forma a apoiar a definição de medidas prioritárias para o desenvolvimento de uma política energética no concelho.

Outro ponto que se tem revelado importante nesta matéria é a utilização racional da energia, com a promoção de diversos projetos e iniciativas nos quais se destacam uma campanha de sensibilização que pretende chegar a todas as famílias, alertando para a necessidade real de poupar os recursos disponíveis nas habitações  (eletrodomésticos, água, resíduos...), e as vantagens económicas associadas.

A autarquia tem ainda promovido diversos projetos e iniciativas com vista à promoção de  Eficiência Energética em Escolas e Mercados Municipais, Campanha DISPLAY – divulgação do desempenho energético de escolas e edifícios municipais ao nível das emissões de CO2 e dos consumos de água e de energia, Certificação do Parque Habitacional Municipal, realização de ações de sensibilização e educação ambiental na temática da energia / eficiência energética no âmbito do Programa de Educação Ambiental escolar, entre outros que podem ser visualizados nas Newsletters da OEINERGE - Agência Municipal de Energia e Ambiente de Oeiras.

 


© 2013 Município de Oeiras
Todos os Direitos Reservados
Optimizado para Internet Explorer 7.0
Para Firefox utilizar o Add-on IE Tab
AcessibilidadeAcessibilidade

Brasão de Oeiras Município de Oeiras
Largo Marquês de Pombal
2784-501 Oeiras
Telefone: 21 440 83 00
Fax: 21 440 87 12
geral@cm-oeiras.pt