sábado, 27 de Maio

Oeiras Respira 
Atividade Municipal » Ambiente » Água » Águas Superficiais

Águas Superficiais 

 

Os rios e ribeiras do Concelho de Oeiras encontram-se há bastante tempo afastados do dia a dia dos munícipes e frequentadores habituais do nosso município.

Alguns factores podem ser apontados como responsáveis para este "divórcio", dos quais se pode destacar a ausência de estruturas e equipamentos que permitam um contacto mais estreito da população com os sistemas ribeirinhos do Concelho, ocasionando a que estes mesmos sistemas tenham sofrido uma degradação profunda ao longo dos últimos anos, com um consequente desequilíbrio dos ecossistemas associados.

As espécies de fauna têm escasseado e na flora existente, predominam em muitos troços, espécies invasoras e infestivas, mas apesar disso, ainda é possível observar espécies interessantes, que perduram nos ecossistemas fluviais do Concelho.

A qualidade da água das ribeiras tem sido pontualmente afectada por descargas ilegais de esgotos ainda não ligados ao sistema de saneamento, constituindo em determinadas situações, um factor de risco para a saúde pública.

Águas Superficiais

Esta preocupação estende-se se às zonas de recreio e de lazer bem como as zonas balneares de Santo Amaro de Oeiras, Paço de Arcos, Caxias e à Praia da Torre, onde desaguam as ribeiras do Concelho, e que assumem um importante papel no desenvolvimento turístico do Concelho, devido às centenas de banhistas e visitantes que atraem diariamente, principalmente no decorrer da época balnear.

Com base nestes factores tornou-se urgente, requalificar e recuperar as linhas de água do Concelho, reduzindo as disfunções ambientais que a presença humana lhes tem incutido ao longo dos últimos anos.

Todas as actividades de caracterização, identificação de descargas e monitorização nas ribeiras do Concelho, estão inseridas no Plano Estratégico da Água, em curso no Departamento de Ambiente e Equipamento, e em cujo âmbito se visa devolver estes recursos naturais à população que mora, trabalha ou frequenta ocasionalmente o Concelho de Oeiras.
 
Numa primeira fase tornou-se imperativo caracterizar o estado em que se encontravam as ribeiras do Concelho e realizar os dados obtidos com a informação existente. Neste sentido, são efectuadas visitas técnicas regulares para identificação dos problemas existentes em todo o traçado dos sistemas fluviais do Concelho.

Os levantamentos no terreno têm sido efectuados por uma equipa com formação em várias áreas, dada a natureza multidisciplinar da temática em causa. O contacto com a realidade actual das ribeiras do Concelho de Oeiras, permite o estudo de soluções que visem mitigar os aspectos negativos observados em alguns troços das ribeiras do concelho.

Estes trabalhos têm sido articulados com os SMAS de Oeiras e Amadora e com a Empresa de Saneamento da Costa do Estoril – SANEST, SA.

De momento encontram-se em fase de apreciação propostas de intervenção e algumas medidas mitigadoras para alguns troços fluviais.

Saliente-se o envolvimento que a população do Concelho tem tido no decorrer dos trabalhos de campo, fornecendo indicações de extremo valor e que não se encontravam registadas até ao momento.

 

Breve caracterização

 Águas Superficiais 2


As linhas de água principais do nosso município têm o seu troço inicial localizado fora do Concelho de Oeiras, situando-se a maior parte das zonas de cabeceira nos Concelhos de Sintra, Cascais, Amadora e Lisboa.

O  Rio Jamor, Ribeira de Barcarena, Ribeira da Laje ou Ribeira de Algés, podem ser divididas em dois troços claramente distintos. A divisão pode ser feita pela Auto-estrada de Lisboa-Cascais (A5), sendo que os troços a norte encontram-se mais naturalizados e com menor pressão demográfica enquanto os troços no litoral se encontram com um grau maior de artificialidade nos seus leitos e margens. 

Os troços terminais encontram-se sempre emparedados e betonados no fundo de modo a não permitir migração do traçado fluvial para qualquer lado, dada a grande pressão demográfica e urbana existente nas margens das ribeiras junto ao litoral.

Este facto deve-se também à assimetria demográfica que se regista no Concelho de Oeiras presentemente, com uma maior concentração populacional no litoral do Concelho e uma menor densidade no seu interior.

 

Contactos Úteis

Município de Oeiras
- Número Verde: 800 201 205

Serviços Municipalizados e Água e Saneamento - Oeiras e Amadora

SANEST - Empresa de Saneamento da Costa do Estoril, S. A.

 


© 2013 Município de Oeiras
Todos os Direitos Reservados
Optimizado para Internet Explorer 7.0
Para Firefox utilizar o Add-on IE Tab
AcessibilidadeAcessibilidade

Brasão de Oeiras Município de Oeiras
Largo Marquês de Pombal
2784-501 Oeiras
Telefone: 21 440 83 00
Fax: 21 440 87 12
geral@cm-oeiras.pt